As Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação, também conhecidas como TDICs, têm transformado a maneira como trabalhamos, nos comunicamos, nos relacionamos e aprendemos. Na área da educação, essas tecnologias desempenham papel importante para tornar a experiência de aprendizagem mais envolvente e significativa.

O propósito do uso das TDICs é o de auxiliar os educadores na adoção de abordagens de ensino ativas, alinhando o processo de ensino-aprendizagem com a realidade dos estudantes. Na Educação Básica, essa parceria resulta em maior interesse e participação dos alunos, direcionando para uma trajetória que pode mudar o futuro das Escolas.

De acordo com a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB), a Base Nacional Comum Curricular aborda as tecnologias digitais em todas as áreas de conhecimento e pontua como competência 5 do Ensino Básico:

Compreender, utilizar e criar tecnologias digitais de informação e comunicação de forma crítica, significativa, reflexiva e ética nas diversas práticas sociais (incluindo as escolares) para se comunicar, acessar e disseminar informações, produzir conhecimentos, resolver problemas e exercer protagonismo e autoria na vida pessoal e coletiva.

Vale destacar que incorporar as TDICs na educação não se trata de utilizá-las apenas como meio ou suporte, mas também de incentivar e estimular que os estudantes construam seus próprios conhecimentos sobre o uso das tecnologias.

Como as TDICs podem mudar o futuro das Escolas?

As TDICs têm o potencial para impactar significativamente o futuro das Escolas de diversas maneiras, listamos algumas delas. Confira!

Elas permitem que os alunos tenham acesso a uma quantidade vasta de informações e recursos educacionais online. Isso expande o currículo, permitindo que os alunos pesquisem tópicos de seu interesse e aprofundem seu conhecimento.

Plataformas e softwares educacionais podem ser adaptados para atender às necessidades individuais dos alunos. Isso permite que os educadores personalizem o ensino, fornecendo materiais e exercícios específicos para cada aluno. Essa característica também possibilita métodos mais inclusivos e mais acessibilidade.

As tecnologias digitais facilitam a colaboração e construção coletiva de conhecimento entre alunos, professores e até mesmo Escolas. Ferramentas como videoconferência, redes sociais educacionais e sistemas de compartilhamento de documentos promovem a interação e a aprendizagem colaborativa.

O uso de tecnologia na sala de aula, como jogos educacionais e aplicativos interativos, pode tornar o processo de aprendizagem mais envolvente e divertido, ajudando a manter os alunos motivados.

As TDICs ajudam os alunos a desenvolver habilidades essenciais para o mundo moderno, como pensamento crítico, resolução de problemas, criatividade, comunicação e habilidades digitais.

A Escola e os educadores devem estar preparados para usar as tecnologias disponíveis

No entanto, é importante observar que a eficácia das TDICs nas escolas depende da forma como são utilizadas. É essencial que os educadores recebam treinamento adequado e que as Escolas tenham infraestrutura tecnológica suficiente.

Saiba como melhorar o currículo escolar para o desenvolvimento tecnológico

O Centro de Inovação para a Educação Brasileira (CIEB) oferece gratuitamente um modelo de Currículo de Referência em Tecnologia e Computação para a construção de propostas pedagógicas que contemplem o uso ativo das TDICs nas Escolas. O material é super completo e apresenta, de forma dinâmica, os eixos, conceitos e habilidades sintonizadas com o que propõe a BNCC. Vale a pena a leitura!