Automação do acervo bibliográfico em favor do conhecimento

Automação do acervo bibliográfico em favor do conhecimento

Nas instituições de ensino, a biblioteca possui papel central no processo formativo, em razão das várias possibilidades de informação e materiais que pode oferecer. A disponibilização de acervo bibliográfico vasto contribui para democratizar o acesso ao conhecimento, promove habilidades de pesquisa e leitura e ocupa uma função fundamental como recurso educativo.

Com as mudanças trazidas pela tecnologia em toda a sociedade, as bibliotecas também tiveram que se adaptar ao processo de informatização, a fim de fornecer um serviço condizente com as novas demandas sociais. Dessa forma, a automação do acervo bibliográfico se apresenta como importante passo para aumentar o alcance dos serviços das bibliotecas nas instituições de ensino.

O programa de automação do acervo bibliográfico facilita os procedimentos de catalogação, empréstimo, devolução, renovação e consultas das obras (livros, material audiovisual, fitas de vídeo, materiais didáticos, revistas, periódicos, CDs, DVDs). Os acessos podem ser feitos de forma remota ou em computadores da própria instituição. Além disso, a gestão administrativa da instituição tem acesso aos cadastros na biblioteca e pode monitorar e acompanhar os dados dos usuários e, assim, promover ações para aumentar a busca pelos serviços da biblioteca.

Vale ressaltar que o acervo das bibliotecas visa atender aos interesses de toda a comunidade acadêmica: alunos, professores, coordenadores e funcionários. A frequente atualização das obras do acervo, a facilidade de atendimento e o incentivo constante à utilização dos recursos oferecidos representam políticas que permitem à biblioteca cumprir sua função educativa.

Bibliotecas virtuais: um adicional de impacto na automação do acervo bibliográfico

Além da automação do acervo bibliográfico, a tecnologia educacional também disponibiliza a formação de bibliotecas virtuais, compostas por obras completas como livros, apostilas, áudios e vídeos que ficam armazenados na internet. Entretanto, não devemos confundir biblioteca digital com virtual, a primeira é formada pelo acervo de uma instituição que já existia em formato físico e passou por um processo de digitalização, enquanto a segunda se constitui de plataformas com obras criadas em formatos específicos para o armazenamento e acesso digital.

Na biblioteca virtual, as obras podem ser organizadas por catálogos de diferentes áreas e disponibilizadas a diversos usuários que acessarão a plataforma com login e senha. Os mesmos títulos podem ser consultados de forma simultânea, em tempo real, por computadores, tablets, smartphones e/ou notebooks com conexão à internet.

Plataforma SAGRES disponibiliza o SAGRES® Acervo

A TecnoTrends, desenvolvedora da Plataforma SAGRES, disponibiliza o SAGRES® Acervo, que foi desenvolvido para automatizar uma ou mais bibliotecas da instituição. Esse software torna o acervo bibliográfico disponível em qualquer local, fornecendo uma confiável fonte de informações e controlando todas as atividades indispensáveis para a manutenção da biblioteca. Dentre as principais características do sistema estão: a implantação e manutenção do acervo de publicações e periódicos com base nos padrões US-MARK e ACCR2, o auxílio ao processo de aquisição de títulos e controle da situação do usuário ante a biblioteca.

A Plataforma SAGRES também oferece a integração a bibliotecas virtuais e digitais na página de acesso dos usuários do sistema. E, cada vez mais, vem buscando inovações que facilitem e melhorem o acesso a fontes de conhecimento. Tem interesse nos nossos serviços? Entre em contato com um dos nossos consultores.

Compartilhar: