Como funciona o novo ensino médio?

Como funciona o Novo Ensino Médio?

O novo ensino médio, aprovado na lei n° 13.415 de 2017, passou a valer desde 2022 e vem sendo implantado gradativamente nas escolas públicas e privadas de todo o Brasil. As principais mudanças são: aumento da carga horária, transformações na grade curricular e ensino mais direcionado para a formação profissional. Essas alterações têm causado impacto na rotina dos estudantes e na organização das instituições. Mas, afinal, como elas funcionam?

Acompanhe como estão organizadas as principais mudanças do novo ensino médio:

  • Aumento da carga horária e nova organização

A ampliação do tempo destinado ao ensino médio já está em vigor. Com a modificação, o ano letivo passa a ser composto por uma carga horária mínima de mil horas/aula, 200 horas a mais, em comparação ao modelo anterior. Na rotina escolar, isso representa uma hora a mais, saltando de 4 para 5 horas diárias de aulas.

Ou seja, se o estudante cursar os três anos no novo ensino médio, ao final, ele terá cumprido 3 mil horas letivas. Desta carga horária, 1800 horas devem ser destinadas para as disciplinas obrigatórias da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e as demais horas devem ser utilizadas para os itinerários formativos.

  • Transformações na grade curricular

Quando se trata da grade curricular, o novo ensino médio altera a forma de apresentação das disciplinas, que passam a ser agrupadas em “áreas do conhecimento” – de maneira semelhante ao que já vinha sendo considerado pelo Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). São elas: linguagens e suas tecnologias; matemática e suas tecnologias; ciências da natureza e suas tecnologias e ciências humanas e sociais aplicadas.

Essas áreas abrangem as disciplinas anteriormente consideradas de forma individual, mas aponta para conteúdos cada vez mais interdisciplinares e contextualizados com a realidade atual. Outra mudança importante na grade curricular trata da adoção do projeto de vida e dos itinerários formativos.

O projeto de vida representa um componente transversal ofertado pelas escolas, com o intuito de impulsionar os estudantes na busca por suas aspirações e desejos profissionais. Além de estimulá-los ao desenvolvimento de habilidades e competências, o projeto de vida direciona os alunos na elaboração de um planejamento para o seu futuro, de acordo com as escolhas de suas principais áreas de interesse no ensino médio.

Já os itinerários formativos representam um conjunto de disciplinas, projetos, oficinas, núcleos de estudo, entre outras situações de trabalho, que os estudantes poderão escolher cursar de forma optativa. Esses itinerários abarcam o aprofundamento em alguns aspectos das áreas de conhecimentos e também da Formação Técnica e Profissional (FTP).

As escolas escolherão quais itinerários deverão ser ofertados e os estudantes poderão escolher cursá-los conforme suas pretensões elaboradas no componente projeto de vida.

  • Ensino voltado para a profissionalização

No novo ensino médio, a formação profissional e técnica está presente como mais uma alternativa para o estudante, que pode optar por uma formação profissional e técnica dentro da carga horária do ensino médio regular. Ao final dos três anos, além da certificação de conclusão do ensino médio, o estudante será certificado no curso técnico ou nos cursos profissionalizantes que escolheu.

Protagonismo dos estudantes no novo ensino médio

As proposições do novo ensino médio foram fundamentadas nas necessidades e expectativas dos alunos, através do fortalecimento do protagonismo juvenil. Esse modelo permite a escolha dos itinerários formativos nos quais os estudantes desejam aprofundar seus conhecimentos, conforme sua perspectiva pessoal e profissional. Dessa forma, visa despertar mais interesse do estudante pelo processo de aprendizagem e, consequentemente, a diminuição dos números da evasão escolar.

A PLATAFORMA SAGRES colabora nas ações do novo ensino médio

O ensino médio mais voltado para aplicabilidade prática dos conteúdos, desenvolvimento criativo e interdisciplinaridade exige recursos tecnológicos facilitados pela PLATAFORMA SAGRES. Além disso, as ferramentas disponíveis na plataforma ajudam no planejamento escolar do período letivo, automatizando a oferta e a organização dos itinerários formativos, por exemplo.

Agende uma demonstração!

Compartilhar: